terça-feira, 22 de abril de 2014

BALANÇO 2014


No passado dia 8 de Março, este blog completou dois anos.
Apanhando o resumo do que publiquei, concluo que podia ter feito melhor. Mas subir no percurso da perfeição não é tarefa fácil. É mesmo um trabalho árduo.
No conjunto das matérias em destaque, recordo os vários temas, as várias rubricas: Efemérides; Aniversários; Homenagens; Atualidade; O Templo da Alma; Flagrantes; Poemas; Contos.
Houve uma novidade: o lançamento de um livro meu, de poemas escritos na idade dos 16 anos, em condições mágicas e românticas.
Dentro em breve, lançarei a Bíblia em sonetos, por várias fases, pois esta obra comporta 1.600 estrofes em decassílabos, ainda não acabada e começada em 2003.
Tenho a vaga sensação de que muito pouca gente tem hábitos de leitura e muito poucos se interessarão por poesia. Mas a poesia está muito próximo da música.
Quero agradecer àquelas pessoas, que lêem este blog e se manifestam com um simples “gosto” ou com poucas palavras justificadas com a “falta de tempo”. Tenho pena de que não emitam opinião, não desafiem, não sacudam certos marasmos.
Seja como for, compreendo que a vida de cada um seja um rodopio, tem-te, não caias, um salve-se, se puder, com poucas horas para fazer o que realmente gosta.
Pelo meu lado, continuarei a fazer o que sempre fiz, abrindo de par em par as janelas do espírito e criticando o que me parece mau e egoísta.
Entretanto, deixo a todos que passam os olhos por estes artigos, o desejo de que se sintam bem perante o desagradável, pois há sempre uma razão de ser e “nada acontece por acaso”.


Continuo a distribuir o meu livro "Canção ao Luara quem o solicitar.
Fiquem bem!